“Nobel da Paz para o Big Stick”: profecia?

Barack Obama ganhou o Nobel da Paz.

Terá a ver com este texto que postei no blog “Diários & Noturnos” em janeiro de 2008?

Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Nobel da paz para o Big Stick

“Speak softly and carry a big stick; you will go far”.

Essa frase poderia ter sido sussurrada por Don Vito Corleone, mas quem de fato gostava de dizê-la, segundo o site da Casa Branca, era Theodor Roosevelt, que presidiu os Estados Unidos no início do século XX e é até hoje avaliado pelos americanos, em pesquisas de opinião, como um de seus melhores presidentes.

O curioso é que o autor da frase ganhou o Prêmio Nobel da Paz de 1906.

“Si vis pacem, para bellum” – se queres a paz, prepara-te para a guerra, diziam os romanos.

A propósito: a música tema de “O Poderoso Chefão” chama-se “Speak Softly, Love“.

Eu postara na véspera, no mesmo blog, sobre fator que viria a ser fundamental para que Obama tenha sido eleito presidente e agora ganhado o Nobel: seu poder de entusiasmar as pessoas, reencantar a política. Yes, we can!

“Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Kennedy apóia Obama

Não, John Fitzgerald Kennedy – que descanse em paz – não ressuscitou dos mortos (não há outro lugar de onde se possa ressuscitar, pelo que se sabe), nem seu irmão Bob. Também não falo de qualquer outro Kennedy – vivo ou morto.

Quem escreveu ao The New York Times para declarar que apóia a candidatura de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos foi uma Kennedy, Caroline, filha de JFK. O artigo, intitulado “A President Like My Father“, foi publicado ontem.

Caroline deve ter deixado gente como Bill Clinton com inveja:

“I have never had a president who inspired me the way people tell me that my father inspired them. But for the first time, I believe I have found the man who could be that president — not just for me, but for a new generation of Americans”.

Espirrado por Ex-Pirro às 03:01
Marcadores: , , , , , , , , ,

2 Respostas to ““Nobel da Paz para o Big Stick”: profecia?”

  1. Marcio Freitas Says:

    Já bem dizia outro habitante de Chicago, Al Capone: “Você pode conseguir muito quando faz um pedido com um sorriso no rosto, mas consegue muito mais quando tem um sorriso no rosto e uma arma na mão…”

  2. Sérgio Urbaneja de Brito Says:

    De Eduardo Galeano: “A história passada está de pernas para cima porque a realidade anda de cabeça para baixo. E não apenas no sul da América: também no Norte. Quem, nos Estados Unidos, não conhece Theodore Roosevelt? Este herói nacional predicou a guerra, e a praticou contra os fracos: a guerra, proclamou Roosevelt, purifica a alma e melhora a raça. Portanto, recebeu o Prêmio Nobel da Paz. Em compensação, quem conhece, nos Estados Unidos, Charles Drew? Não é que a história o tenha conhecido, simplesmente jamais o conheceu. No entanto, este cientista salvou muitas milhões de vidas humanas, desde que suas pesquisas tornaram possíveis a conservação a transfusão de plasma. Drew era diretor da Cruz Vermelha nos Estados Unidos. Em 1942, a Cruz Vermelha proibiu a transfusão de sangue de negros. Então Drew se demitiu. Drew era negro.”

    Atualmente, dão o Nobel para quem ainda promove a guerra; porém, já se avançou consideravelmente: não um promotor de guerras qualquer, um negro… rs Racismo é superável, a “lógica” cruel da guerra parece que nem tanto!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: