Ó vida futura, nós te criaremos!

Não seremos inocentes do Leblon, não fugiremos para as ilhas, não seremos raptados por serafins.

WE were always waiting for this moment to arise

Ó vida futura, nós, os loucos, te criaremos – de mãos dadas!

“(…)
Estou preso à vida e olho meus companheiros.
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considero a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.

Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,
não direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela,
não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,
não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.

O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,
a vida presente.”

Carlos Drummond  de Andrade, Mãos dadas

“(…)
Outrora viajei
países imaginários, fáceis de habitar,
ilhas sem problemas, não obstante exaustivas e convocando ao suicídio.

Meus amigos foram às ilhas.
Ilhas perdem o homem.
Entretanto alguns se salvaram e
trouxeram a notícia
de que o mundo, o grande mundo está crescendo todos os dias,
entre o fogo e o amor.

Então, meu coração também pode crescer.
Entre o amor e o fogo,
entre a vida e o fogo,
meu coração cresce dez metros e explode.
– Ó vida futura! Nós te criaremos.”

Carlos Drummond de Andrade, Mundo Grande

“Louco, sim, louco, porque quis grandeza
Qual a Sorte a não dá.
Não coube em mim minha certeza;
Por isso onde o areal está
Ficou meu ser que houve, não o que há.

Minha loucura, outros que me a tomem
Com o que nela ia.
Sem a loucura que é o homem
Mais que a besta sadia,
Cadáver adiado que procria?”

Fernando Pessoa, Mensagem

PS: Just when I thought I was out… they pull me back in!“.

Louco, sim, louco, porque quis grandeza

Qual a Sorte a não dá.

Não coube em mim minha certeza;

Por isso onde o areal está

Ficou meu ser que houve, não o que há.

Minha loucura, outros que me a tomem

Com o que nela ia.

Sem a loucura que é o homem

Mais que a besta sadia,

Cadáver adiado que procria?

2 Respostas to “Ó vida futura, nós te criaremos!”

  1. Ó vida futura, nós te criaremos! « Blog do Paraná Says:

    […] Tags: brasil e desenvolvimento, emancipação, liberdade, luta, mudança, sonho Post do Blog Liberdade Política do amigo intelectual e militante, João […]

  2. O Brasil que nasce da rua: o desenvolvimento desde a planície « Brasil e Desenvolvimento Says:

    […] O presente é grande: não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas. É aí que podemos localizar as lutas por cidadania: de mãos dadas com cidadãos oprimidos que se percebem como tal e se mobilizam contra a opressão, pelo reconhecimento efetivo como iguais e livres, pela aquisição de cidadania. Só atuando em conjunto com os movimentos reivindicadores podemos saber que não estamos tutelando ninguém – é portanto a única forma de controlar o risco de “dar cidadania” (contradição em termos). O B&D identifica, portanto, que seu projeto deve ser construído com os movimentos que lutam por cidadania: com quem é oprimido, tratado como cidadão de segunda classe em razão do motivo social que for – renda, gênero, raça, orientação sexual, origem, etc -, considere injusta essa opressão e reivindique tratamento como livre e igual – como cidadão. O diálogo com movimentos sociais que queremos é de igual para igual: não implica que algum lado seja dono da verdade objetiva ou porta-voz da objetividade histórica sobre o que significam cidadania, opressão e emancipação. O fato de alguém não se considerar oprimido, por exemplo, não significa que eu não tenha o direito de levar à pessoa e a público minha visão de que ela é; e o contrário também é verdadeiro. Mas é preciso instituir o diálogo, levar nossas diferenças a público, nossas demandas a público, nossas reivindicações e ações de cidadania. […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: